O que você não sabia sobre links patrocinados e landing pages para concessionárias

Tempo de leitura: 8 minutos

O sucesso de um anúncio para concessionárias depende conexão entre campanhas de links patrocinados e landing pages. Essa relação pode afetar o desempenho do anúncio e os custos de toda a campanha online.

Como você já sabe, as landing pages são as páginas que um usuário vê o clicar em um anúncio no Google. Nelas há formulários e call-to-actions para estimular a ação do visitante.

Elas são necessárias para a captação de leads. MAS, o que pouca gente sabe é que sua relevância nas buscas e qualidade também afetam os custos de uma campanha online.

Landing pages otimizadas e conectadas com suas campanhas ajudam a economizar os recursos investidos e ainda melhora as taxas de conversão.

Mas como fazer isso? Continue lendo para descobrir!

Checklist: Campanha online infalível

Desenvolva uma campanha online para sua concessionária em apenas 5 passos.

Arrumando a casa

Chris Smith, autor do livro O Código da Conversão, aconselha empresas de qualquer segmento a “arrumar bem a casa” (seus sites e landing pages) antes de “procurar companhia” (criar campanhas de tráfego e gerar  leads).

No caso das landing pages, isso significa desenvolver páginas atrativas, responsivas, com iscas de captura bem distribuídas e que entreguem experiência para o usuário (explicamos como fazer isso neste post).

Mas há outros segredos de otimização de landing pages que também possibilitam melhorar o desempenho nas campanhas online.

Um deles é desenvolver landing pages adaptadas às diretrizes de webpages do Google. Para o buscador, 3 fatores são importantes em uma página: localidade, qualidade de conteúdo e mobile.

É a partir do desempenho da landing page nesses 3 critérios que o Google calcula uma métrica muito importante: o Quality Score (índice de qualidade).

O Quality Score (ou índice de qualidade) é uma avaliação que mede, de 0 a 10, se as palavras-chave, o anúncio e a landing page são relevantes para uma busca.

Essa métrica é que vai influenciar no posicionamento do anúncio e no custo por clique (e em todos os outros custos da sua campanha também!).

Imagino que agora você tenha entendido porque landing pages otimizadas ajudam a melhorar o desempenho de um anúncio.

Confira agora 7 dicas para otimizar os seus anúncios de links patrocinados usando landing pages!

links patrocinados e landing pages concessionarias

1.Conecte links patrocinados e landing pages

De acordo com a Silverpop, 17% das empresas tenta jogar o tráfego do seu anúncio para a página inicial do site. Mas que erro!

O site é a sede da concessionária na internet. Reúne informações corporativas, páginas de produtos, notícias, FAQ, etc. 

Com tantas informações, o usuário fica disperso. O que não ajuda em nada no objetivo maior: converter.

Ao chegar ao Google, o usuário busca a solução para um problema específico, ao qual sua oferta deve estar relacionada.

Quando você envia o usuário que clica nesse anúncio para o site, você não cumpre a promessa do anúncio. Ele não encontra a resposta.

Se, em vez disso, você conectar campanhas de links patrocinados e landing pages, a taxa de conversão tende a aumentar.

Como são mais objetivas, as landing pages tendem a despertar mais facilmente o interesse do usuário para a oferta.

2.Use LPs para reduzir o custo por clique

Um dos aspectos mais importantes é o texto do anúncio. Deve corresponder ao conteúdo que o usuário vai encontrar naquela landing page.

Por exemplo: não adianta você comprar “Fiat Palio” como palavra-chave e utilizá-la no texto do anúncio se, ao clicar, o usuário encontra uma oferta do Mobi. Não faça isso!

Sempre que possível, utilize as mesmas palavras ou expressões nos anúncios de links patrocinados e landing pages. Até o mesmo Call to Action.

Com uma correspondência melhor, você pode aumentar o Quality Score da página e sua relevância nas buscas, além de diminuir o custo por clique.

Uma boa dica para escolha de palavras-chave é apostar em palavras bem segmentadas, como as chamadas longtails

links patrocinados e landing pages segmentação

3.Tenha várias LPs para aumentar a conversão

De acordo com dados do Hubspot, sites de negócios com 10 a 15 landing pages têm uma conversão 55% maior do que os que têm menos de 10 landing pages.

Quem tem mais de 40 landing pages consegue aumentar a conversão em até 400%!

Por que isso acontece?

Um número maior de landing pages abrange mais ângulos de busca.

Estudos indicam que existem 3 tipos de pesquisa feitas pelo usuário. A informativa (o que, por que, como); de investigação comercial (produto a versus produto b) e as transacionais (comprar produto c).

Crie, sempre que possível, anúncios e páginas de destino adaptadas aos 3 tipos de pesquisa.

Com isso, você ganha mais relevância como resultado e aumenta a probabilidade de novas conversões.

4.Estruture a Landing Pages para atrair visitas

Muitas landing pages convertem menos de 90% dos visitantes. Para reverter isso, aposte na boa estruturação das páginas.

Invista em manchetes claras, concisas  (até 55 caracteres) e “casadas” com o seu anúncio do Google. Repita as expressões que você utilizou no anúncio no corpo da landing page.

Inclua descrições, depoimentos, vídeos e CTAs. Evite textos longos ou fazer muitas perguntas no formulário de captura.

Neste post explicamos quais os itens necessários para criar uma landing page perfeita.

links patrocinados e landing pages email marketing

5.Promova as LPs por e-mail para converter!

Muitas dicas que você aprendeu podem melhorar a sua taxa de conversão e o desempenho do anúncio, mas nenhuma delas fará tanto por você quanto uma campanha de e-mail.

Um estudo da Marketing Sherpa revelou que as médias de conversão das landing pages promovidas por links patrocinados estavam entre 5% e 11% quando conectadas a uma campanha de e-mail (gratuita ou paga).

Campanhas de e-mail ajudam a “espalhar a mensagem”, melhorando as chances de conversão nos anúncios de links patrocinados e landing pages.

O e-mail também ajuda a “marcar o tubarão”. O usuário que visita a sua landing page e não converte pode começar a ver anúncios no facebook, web e aplicativos móveis.

Mesmo que o lead não converta, você desenvolveu um relacionamento com ele!

links patrocinados e landing pages velocidade

6.Melhore a velocidade para não perder leads

De acordo com uma das páginas de melhores práticas do Google Adwords, landing pages lentas indicam uma experiência fraca para o usuário e impactam a classificação do anúncio.

Um estudo da Kissmetrics também aponta que um atraso de 1 segundo na resposta da página pode reduzir em até 7% as chances de conversão.

Utilize ferramentas como Pingdom ou PageSpeed para analisar o tempo de carregamento da página e quais alterações são necessárias.

Outras ações podem ajudar a reduzir o tempo de carregamento. Use vídeos ou imagens otimizadas, reduzindo o arquivo sem diminuir a qualidade.

7.Crie LPs responsivas para aumentar a conversão mobile

Nas novas diretrizes, o Google reforçou a importância da experiência mobile para o Quality Score.

As landing pages já são, por design, mais relevantes para as palavras-chave de pesquisa e têm CTAs direcionados. Isso melhora a experiência do usuário, o engajamento e a probabilidade de uma conversão.

Para garantir um bom QS, desenvolva landing pages responsivas, com boa visualização mobile; informativas, objetivas e com CTAs de impacto.

Segundo a Adobe, páginas otimizadas para mobile triplicam as chances de aumentar a taxa de conversão móvel para 5%.

Conclusão

Aumentar o desempenho das campanhas online da concessionária não é fácil. Mas, ao investir em landing pages de qualidade, modernas e rápidas, conectadas com campanhas de links patrocinados, você aumenta e muito as possibilidades de conversão.

Você já utiliza links patrocinados e landing pages na divulgação das ofertas da sua concessionária? Deixe aqui nos comentários quais são os resultados!

Glossário

Veja o significado de alguns termos deste post:

Links patrocinados: anúncios de texto simples e que aparecem de forma destacada entre os resultados da busca, com maior potencial de clique.
Quality Score: análise do Google de quão relevantes e úteis são os anúncios, keywords e landing pages de uma campanha para a pessoa que pesquisou.
Custo por Clique: valor cobrado pelo Google por clique no anúncio.
Taxa de Rejeição: percentual de sessões em que um usuário saiu da página sem interagir com ela.

Posts recomendados para você